Pular para o conteúdo principal

Canteiro de Obras: A Importância do Planejamento

Maquinaria, Mina, Canteiro De Obras
Fonte: Pixabay
Segundo a NR-18, um Canteiro de Obras é “uma área fixa e temporária, onde se desenvolvem operações de apoio e execução de uma obra”. 

Os canteiros de obras devem dispor de: 
  • Instalações sanitárias;
  • Vestiário;
  • Alojamento;
  • Local de refeições;
  • Cozinha, quando houver preparo de refeições;
  • Lavanderia;
  • Área de lazer;
  • Ambulatório, quando se tratar de frentes de trabalho com 50 (cinqüenta) ou mais trabalhadores. 
Montar um canteiro de obras não é simples. Antes da sua implantação é necessário realizar um planejamento, onde serão analisados documentos e normas para que o mesmo seja projetado e dimensionado de forma a atender as exigências legais, possibilitar um ambiente de trabalho seguro e saudável para os empregados e maior eficiência no sistema de produção.

O projeto do canteiro de obra deve definir:
  • o tamanho, forma e localização das áreas de trabalho, fixas e temporárias, 
  • as vias de circulação, 
  • os ambientes para o desenvolvimento das operações de apoio e execução, durante cada fase da obra, de forma integrada e evolutiva, oferecendo condições de segurança, saúde e motivação aos trabalhadores e, execução racionalizada dos serviços.
Um projeto bem elaborado e planejado de um canteiro de obras:
  • Permite a racionalização do transporte, manuseio e armazenamento de materiais e uso de equipamentos e ferramentas;
  • Possibilita uma maior organização de atividades e usos dos espaços;
  • Melhora e facilita as condições de trabalho;
  • Impede a ociosidade de equipamentos/mão-de-obra;
  • Diminui os tempos de deslocamento;
  • Impede operações repetidas em locais diferentes;
  • Aumenta a produtividade;
  • Garante a segurança dos trabalhadores;
  • Facilita a boa convivência com vizinhos.
Então na hora de começar a sua obra não esqueça de planejar seu canteiro, isso lhe trará segurança, organização, maior produtividade, redução de desperdícios, e, consequentemente, aumento nos lucros.

Referências:
  • Material didático da Professora Edna Mara P. Gumz apresentado na aula de Tecnologias das Construções - Eng. Civil - UVV.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

Etapas de um Projeto de Engenharia Civil

Cada projeto tem suas próprias características, mas basicamente um projeto é estruturado de acordo com as seguintes etapas:
Programa de Necessidades
Inicialmente é realizado o Programa de Necessidades, uma das etapas mais importantes na elaboração do projeto. Nessa fase ocorre uma reunião com o cliente, denominado "Reunião de Briefing". Nesse encontro o cliente informa o que ele quer no projeto como quantos cômodos terá a construção, tipo de acabamento, seus gostos e preferências, etc.
Também é realizado um estudo de viabilidade financeira, onde será analisado se a previsão de investimento do cliente será suficiente para fazer tudo que foi acordado ou se será necessário redimensionar o projeto.
E ainda, nessa reunião são coletados os documentos da propriedade para ver se está tudo regularizado. Importante não pular essa etapa pois pode evitar retrabalhos futuras.
Visita ao Local / Levantamento de Dados
Nessa etapa é analisado as questões legais do empreendimento, o estudo do …

Importância do EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental no licenciamento de empreendimentos

A legislação brasileira e estrangeira estipula aos empreendedores a apresentação de estudos de impacto ambiental para o licenciamento ambiental de atividades econômicas. A definição de quais estudos ambientais serão utilizados vai depender do grau de impacto ambiental envolvido e da análise dos órgãos ambientais competentes.
No caso do licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: ferrovias; portos; terminais de minério, petróleo e produtos químicos; oleodutos, entre outras atividades (especificadas na resolução Conama 001/86), é necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental (EIA) e respectivo relatório de impacto ambiental (RIMA), a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente (SEMA) em caráter supletivo.
A exigência de apresentação de estudos ambientais é importante, pois destina-se verificar  a viabilidade ambiental do negócio a ser instalado ou operado pelo empreendedor, servindo para preven…