Pular para o conteúdo principal

Portas e janelas de alumínio em residências e suas vantagens

Portas e janelas são elementos de grande importância em uma casa. Portanto, para sua escolha o ideal é levar em conta a segurança, privacidade, material a ser usado (alumínio, madeira, PVC, ferro), resistência a umidade, nível de ventilação e iluminação desejados e, ainda a estética. Todos esses quesitos técnicos devem ser analisados visando sempre o bem estar dos moradores. 

Sendo assim, abaixo estão listados algumas vantagens em se optar por esquadrias de alumínios:
  • Durabilidade - não enferruja e são resistentes a corrosão, sendo muito utilizados em cidades litorâneas;
  • Não estão sujeitas a infestação por cupins e pragas;
  • Não empenam, não estufam e não apodrecem;
  • São fáceis de instalar - chumbadas utilizando poliuretano ou massa cimentícia;
  • São fáceis de limpar e não amarelam;
  • São completas e prontas para instalação - com acessórios e pintura de acabamento;
  • Estética e Beleza - tem design contemporâneo, com várias opções de cores e textura;
  • Leveza  - o alumínio é um material relativamente leve e portanto não sobrecarrega as estruturas de uma casa;
  • Custo benefício - o preço de porta e janelas de alumínio são considerados acima da média, no entanto, levando em conta o tempo de vida e pouca necessidade de manutenção, acaba se tornando um ótimo custo benefício.

Fonte: Zeloart.com.br
Referências:
http://www.sasazaki.com.br/
http://www.casadicas.com.br


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

Tratamento de Esgoto - Parte II

Tratamento Preliminar

O tratamento preliminar objetiva principalmente à remoção de sólidos grosseiros e areia, através de mecanismos físicos. Essa etapa do tratamento é composto basicamente por grades, desarenador (caixa de areia) e um medidor de vazão (ex: calha Parshall) (ver figura abaixo).

Adaptado de Von Sperling, 2005.
GradesAs grades são responsáveis pela remoção dos sólidos grosseiros. No gradeamento, o material de dimensões maiores do que o espaçamento entre as barras é retido. A remoção desse material retido pode ser manual ou mecanizada, que irá depender do tipo de grades utilizada em cada ETE.

Finalidades da remoção de sólidos grosseiros: Proteger as unidades de tratamento subsequentes; Proteger as bombas e tubulações (dispositivos de transporte do esgoto); Proteger os corpos receptores.
Desarenadores (caixa de areia)
Os desarenadores são responsáveis pela remoção da areia contida nos esgotos. Através do mecanismo de sedimentação, os grãos de areia, por terem maiores dime…

Tratamento de Esgoto - Parte III

Tratamento Primário

No tratamento primário ocorre a remoção dos sólidos em suspensão sedimentáveis e dos sólidos flutuantes, através da utilização de tanques de decantação. Os esgotos passam lentamente pelos decantadores, permitindo que os sólidos em suspensão, possuindo uma densidade maior do que a do líquido, sedimentem gradualmente no fundo. Essa massa de sólidos é denominada lodo primário bruto.
E os sólidos flutuantes, como graxas e óleos, tendo uma menor densidade que o líquido, sobem para a superfície dos decantadores, onde são coletados e removidos do tanque para posterior tratamento.
Os tanques de decantação podem ser circulares ou retangulares.

  Adaptado de Von Sperling, 2005 Atualmente, algumas unidades de tratamento de esgoto, tem susbstituído os decantadores primários por reatores anaeróbios, como os reatores UASB. A remoção de DBO através dos decantadores primários é em torno de 25 a 35%, com o reator UASB passa-se a ter uma eficiência em torno de 70%, possibil…