Pular para o conteúdo principal

Tornando seu empreendimento mais sustentável

Qualquer tipo de empreendimento pode se tornar mais sustentável, desde o mercadinho da esquina a uma imensa fazenda de cacau. Mas então o que é preciso para isso?

Primeiro é necessário conhecer bem o seu negócio e seu processo produtivo, pois assim será mais fácil identificar falhas e desperdícios. Nesse ponto os funcionários pode contribuir muito, pois estão mais próximos e mais por dentro do processo produtivo.

Além disso é necessário que seus gestores tenham muito bom senso e estejam dispostos a combater os desperdícios, a poluição, reduzir os impactos negativos de seus produtos e serviços.

Existem uma variedade de medidas que podem ser implantadas em uma empresa para torná-la mais sustentável, algumas mais simples e outras que exige um pouco mais de esforço.

Em algumas indústrias, por exemplo, é possível vender seus resíduos para outras empresas. Para isso basta fazer a segregação correta e pesquisar possíveis compradores, que inclusive muitas as vezes, vão buscar os resíduos, não sendo necessário arcar com o transporte. Isso gera uma redução do volume para o aterro e, consequentemente, redução de gastos com os mesmos e também o lucro da venda.

Outra medida é o aproveitamento de água no processo produtivo, isso contribui na redução na captação o volume de água, economizando os gastos com a compra de água.

Um exemplo:

A empresa norte-americana 3M, fabricante de alguns produtos famosos como o durex e o post-it, foi uma das pioneiras na incorporação da ecoeficiência em seu processo produtivo. Em 1975, iniciou o Programa Pollution Prevention Pays (3P - Prevenir a Poluição Compensa), após algumas mudanças em procedimentos para evitar a geração de resíduos na fonte, deixou de emitir cerca de 857 mil toneladas de poluentes.  

Em um de seus armazéns, em Sumaré (SP), com algumas alterações em sua estrutura,  como a abertura de janelas laterais, permitindo a entrada de luz natural, o clareamento das paredes e a substituição de telhas opacas por outras transparentes foi possível dispensar a iluminação elétrica durante o dia. Assim, a empresa deixou de gastar cerca de 44200 Kwh/mês, energia suficiente para abastecer aproximadamente 200 residências.

Diminuir impactos negativos é possível e muitas vezes não é necessário gastar muito e nem mudar tanto o processo produtivo ou a infraestrutura do estabelecimento, no entanto, é necessário muita vontade de querer mudar e tornar-se seu empreendimento mais sustentável e isso, consequentemente, trará benefícios para a empresa, tornando-a mais atrativa no mercado, sem contar as economias e para a preservação do meio ambiente.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Etapas de um Projeto de Engenharia Civil

Cada projeto tem suas próprias características, mas basicamente um projeto é estruturado de acordo com as seguintes etapas:
Programa de Necessidades
Inicialmente é realizado o Programa de Necessidades, uma das etapas mais importantes na elaboração do projeto. Nessa fase ocorre uma reunião com o cliente, denominado "Reunião de Briefing". Nesse encontro o cliente informa o que ele quer no projeto como quantos cômodos terá a construção, tipo de acabamento, seus gostos e preferências, etc.
Também é realizado um estudo de viabilidade financeira, onde será analisado se a previsão de investimento do cliente será suficiente para fazer tudo que foi acordado ou se será necessário redimensionar o projeto.
E ainda, nessa reunião são coletados os documentos da propriedade para ver se está tudo regularizado. Importante não pular essa etapa pois pode evitar retrabalhos futuras.
Visita ao Local / Levantamento de Dados
Nessa etapa é analisado as questões legais do empreendimento, o estudo do …

Importância do EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental no licenciamento de empreendimentos

A legislação brasileira e estrangeira estipula aos empreendedores a apresentação de estudos de impacto ambiental para o licenciamento ambiental de atividades econômicas. A definição de quais estudos ambientais serão utilizados vai depender do grau de impacto ambiental envolvido e da análise dos órgãos ambientais competentes.
No caso do licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: ferrovias; portos; terminais de minério, petróleo e produtos químicos; oleodutos, entre outras atividades (especificadas na resolução Conama 001/86), é necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental (EIA) e respectivo relatório de impacto ambiental (RIMA), a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente (SEMA) em caráter supletivo.
A exigência de apresentação de estudos ambientais é importante, pois destina-se verificar  a viabilidade ambiental do negócio a ser instalado ou operado pelo empreendedor, servindo para preven…

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!