Pular para o conteúdo principal

‘NOTÍCIAS: Grupos se organizam para fazer e cuidar de hortas em praças de SP.’

Grupos de pessoas interessadas na agricultura urbana se organizam para fazer e cuidar de hortas em praças de SP.  A iniciativa surgiu na internet com a comunidade Hortelões Urbanos (http://on.fb.me/horteloesurbano ) no Facebook, de 2011, para promover a troca de dados sobre jardinagem. Hoje, são cerca de 2.000 membros.

Foi a partir do encontro virtual que a ideia começou a ser plantada em julho na Vila Madalena, zona oeste. Um grupo de moradores colocou as mãos na terra para viabilizar a horta na praça Dolores Ibarruri, também conhecida como praça das Corujas. O plantio tem colorido outras praças da cidade: praça Maria Noeli Carly Lacerda, praça do Ciclista, no final da avenida Paulista, região central, entre outras...


Horta na Praça dos Ciclistas - Disponível em http://www.folhauol.com.br. [Acessado em 5 de janeiro de 2013].

 Para conferir a notícia na íntegra na Folha.com: Acesse Aqui!

*   *   *   *   *

Essa iniciativa é bem legal e traz benefícios para cidade e moradores como: fornecimento de alimentos mais saudáveis, sem agrotóxicos e rico em nutrientes; fortalecimento dos laços entre vizinhos; ocupação do espaço público de forma agradável, muitas praças estavam mal cuidadas e abandonadas; incentivar a educação ambiental, ajuda o público da terceira idade a manter uma atividade e uma vida mais saudável, entre outros.

O legal é que as pessoas tem mesmo se interessado pelas hortas, e contribuído com a manuntenção das mesmas e as preservado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

Etapas de um Projeto de Engenharia Civil

Cada projeto tem suas próprias características, mas basicamente um projeto é estruturado de acordo com as seguintes etapas:
Programa de Necessidades
Inicialmente é realizado o Programa de Necessidades, uma das etapas mais importantes na elaboração do projeto. Nessa fase ocorre uma reunião com o cliente, denominado "Reunião de Briefing". Nesse encontro o cliente informa o que ele quer no projeto como quantos cômodos terá a construção, tipo de acabamento, seus gostos e preferências, etc.
Também é realizado um estudo de viabilidade financeira, onde será analisado se a previsão de investimento do cliente será suficiente para fazer tudo que foi acordado ou se será necessário redimensionar o projeto.
E ainda, nessa reunião são coletados os documentos da propriedade para ver se está tudo regularizado. Importante não pular essa etapa pois pode evitar retrabalhos futuras.
Visita ao Local / Levantamento de Dados
Nessa etapa é analisado as questões legais do empreendimento, o estudo do …

Importância do EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental no licenciamento de empreendimentos

A legislação brasileira e estrangeira estipula aos empreendedores a apresentação de estudos de impacto ambiental para o licenciamento ambiental de atividades econômicas. A definição de quais estudos ambientais serão utilizados vai depender do grau de impacto ambiental envolvido e da análise dos órgãos ambientais competentes.
No caso do licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: ferrovias; portos; terminais de minério, petróleo e produtos químicos; oleodutos, entre outras atividades (especificadas na resolução Conama 001/86), é necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental (EIA) e respectivo relatório de impacto ambiental (RIMA), a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente (SEMA) em caráter supletivo.
A exigência de apresentação de estudos ambientais é importante, pois destina-se verificar  a viabilidade ambiental do negócio a ser instalado ou operado pelo empreendedor, servindo para preven…