Pular para o conteúdo principal

Reforma do Mineirão - Obra Verde

A reforma do Mineirão vem priorizando desde o início da obra, padrões, ferramentas e procedimentos ecologicamente corretos, com a finalidade de obtenção da certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), que atesta a arena como um empreendimento ambientalmente sustentável.

Algumas medidas que já foram adotadas no Mineirão para obtenção do certificado LEED são as seguintes:

  • A terra retirada para rebaixamento do campo foi usada na obra de aterro do Boulevard Arrudas, no centro da cidade; outro volume de terra foi doado, pela primeira vez, a cavas de mineradoras (região de São José da Lapa);
  • Reaproveitamento de todos os entulhos provenientes da obra e alguns materiais estão sendo doados a várias instituições:
    • A Prefeitura de Vespasiano, pavimentou as ruas do município com o concreto que antes formava a arquibancada e áreas internas do estádio, e hoje foi transformado em brita;
    • As antigas cadeiras do Mineirão foram doadas a estádios e ginásios de Minas;
  • O metal retirado da obra está sendo usado em usinas recicladoras para emprego na indústria;
  • Reúso do gramado no Plug Minas, projeto de inclusão social do Governo de Minas;
  • Controle de emissão de poeira:
    • Caminhões-pipa umidificam a terra para que a poeira levantada seja mínima;
    • Nos portões de saída de veículos pesados, foi instalado o “lava rodas”, retirando o barro e a sujeira das rodas de máquinas e caminhões, para que as ruas do entorno permaneçam limpas;
  • Preferência por produtos sustentáveis.  Por exemplo, qualquer tinta que não seja à base de água é preterida;
  • Reaproveitamento da madeira por artesãos mineiros para produção de arte popular.

Algumas medidas em andamento ou que ainda serão adotadas na obra do Mineirão:

  • Reaproveitamento da água de chuva em um reservatório de aproximadamente 6 mil m³, quantidade suficiente, em caso de estiagem de três meses, para descargas dos sanitários,  irrigação do gramado e jardins e limpeza das áreas externas. Com a economia gerada, em três anos haverá compensação financeira para esse investimento;
  • Sistemas de válvulas de descargas com duplo acionamento e torneiras com fechamento automático;
  • Geração de energia elétrica através da captação de energia solar, por meio de células fotovoltaicas instaladas na cobertura existente e na nova cobertura; Essas placas terão potência de 1,6 megawatt, o suficiente para atender 1100 residências de médio porte;
  • Iluminação de alta eficiência e baixo consumo e sistema elétrico inteligente;
  • Sistema de coleta seletiva de lixo e armazenamento de resíduos sólidos;
  • Uso de madeira com selo de manejo florestal.

    Fonte:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

Etapas de um Projeto de Engenharia Civil

Cada projeto tem suas próprias características, mas basicamente um projeto é estruturado de acordo com as seguintes etapas:
Programa de Necessidades
Inicialmente é realizado o Programa de Necessidades, uma das etapas mais importantes na elaboração do projeto. Nessa fase ocorre uma reunião com o cliente, denominado "Reunião de Briefing". Nesse encontro o cliente informa o que ele quer no projeto como quantos cômodos terá a construção, tipo de acabamento, seus gostos e preferências, etc.
Também é realizado um estudo de viabilidade financeira, onde será analisado se a previsão de investimento do cliente será suficiente para fazer tudo que foi acordado ou se será necessário redimensionar o projeto.
E ainda, nessa reunião são coletados os documentos da propriedade para ver se está tudo regularizado. Importante não pular essa etapa pois pode evitar retrabalhos futuras.
Visita ao Local / Levantamento de Dados
Nessa etapa é analisado as questões legais do empreendimento, o estudo do …

Importância do EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental no licenciamento de empreendimentos

A legislação brasileira e estrangeira estipula aos empreendedores a apresentação de estudos de impacto ambiental para o licenciamento ambiental de atividades econômicas. A definição de quais estudos ambientais serão utilizados vai depender do grau de impacto ambiental envolvido e da análise dos órgãos ambientais competentes.
No caso do licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: ferrovias; portos; terminais de minério, petróleo e produtos químicos; oleodutos, entre outras atividades (especificadas na resolução Conama 001/86), é necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental (EIA) e respectivo relatório de impacto ambiental (RIMA), a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente (SEMA) em caráter supletivo.
A exigência de apresentação de estudos ambientais é importante, pois destina-se verificar  a viabilidade ambiental do negócio a ser instalado ou operado pelo empreendedor, servindo para preven…