Pular para o conteúdo principal

Cidades/Bairros Sustentáveis - Parte 1: Conceito

Normalmente, as construções de bairros e cidades ocorrem de forma desordenada, sem planejamentos. A população vai crescendo, ocupando morros e encostas, são criadas as favelasm  pois muitas vezes as cidades não tem estrutura para abrigar todas as pessoas. E com isso surge a poluição nas suas diversas formas (sonora, solo, ar, água, visual), congestionamentos, inundações, esgotamento dos recursos naturais, etc.

No entanto, nos últimos anos, a humanidade tem percebido a importância do planejamento das cidades, para que as mesmas se desenvolva sem prejudicar os moradores e o meio ambiente. Daí tem surgido as chamadas “Cidades/Bairros Sustentáveis”, também denominadas de “Cidades Verdes”, “Cidades Ecológicas”, enfim, uma gama de denominações mas centradas na mesma idéia: criar um ambiente planejado, que busque medidas para proteger o ambiente natural, assegurando o direito das gerações atuais e futuras a um ambiente ecologicamente equilibrado.

Algumas características que uma cidade sustentável deve possuir:

  • Utilização de energias renováveis: solar, eólica, biomassa, geotérmica, etc.;
  • Manter áreas verdes por toda a cidade;
  • Reaproveitamento de água de chuva, água cinza;
  • Priorização de meios de transporte público que não emitem poluentes e evitar a utilização de automóveis particular;
  • Ciclovias, para incentivar o uso de bicicletas;
  • Sistema de coleta, reciclagem e reaproveitamento de todo o lixo produzido;
  • Tratamento e reaproveitamento de efluentes, por exemplo, como fertilizante na agricultura;
  • Sistema de escoamento e tratamento de água para evitar enchentes e reabastecer os rios;
  • Preservação das matas ciliares para que não haja assoreamento e poluição das águas;
  • Planejamento das casas para aproveitar as condições naturais do clima, diminuindo o uso de sistemas de aquecimento ou resfriamento e os prédios sem utilização de elevadores, reduzindo o consumo de energia;
  • Planejar a cidade de modo que seja possível ir ao supermercado, escola, hospital, etc, caminhando;
  • Área de produção agrícola, para que os alimentos não percorram grandes distâncias até chegar à população da cidade, evitando assim a utilização de meios de transporte.

Existem várias outras medidas que podem ser adotadas na construção de uma “Cidade Sustentável”. No próximo post vamos mostrar alguns projetos que tem adotado algumas dessas medidas no planejamento de uma cidade. Embora, nem sempre o projeto contém todas as características acima,  com algumas dessas práticas já é possível alcançar grandes melhorias na área da sustentabilidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

Etapas de um Projeto de Engenharia Civil

Cada projeto tem suas próprias características, mas basicamente um projeto é estruturado de acordo com as seguintes etapas:
Programa de Necessidades
Inicialmente é realizado o Programa de Necessidades, uma das etapas mais importantes na elaboração do projeto. Nessa fase ocorre uma reunião com o cliente, denominado "Reunião de Briefing". Nesse encontro o cliente informa o que ele quer no projeto como quantos cômodos terá a construção, tipo de acabamento, seus gostos e preferências, etc.
Também é realizado um estudo de viabilidade financeira, onde será analisado se a previsão de investimento do cliente será suficiente para fazer tudo que foi acordado ou se será necessário redimensionar o projeto.
E ainda, nessa reunião são coletados os documentos da propriedade para ver se está tudo regularizado. Importante não pular essa etapa pois pode evitar retrabalhos futuras.
Visita ao Local / Levantamento de Dados
Nessa etapa é analisado as questões legais do empreendimento, o estudo do …

Importância do EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental no licenciamento de empreendimentos

A legislação brasileira e estrangeira estipula aos empreendedores a apresentação de estudos de impacto ambiental para o licenciamento ambiental de atividades econômicas. A definição de quais estudos ambientais serão utilizados vai depender do grau de impacto ambiental envolvido e da análise dos órgãos ambientais competentes.
No caso do licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: ferrovias; portos; terminais de minério, petróleo e produtos químicos; oleodutos, entre outras atividades (especificadas na resolução Conama 001/86), é necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental (EIA) e respectivo relatório de impacto ambiental (RIMA), a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente (SEMA) em caráter supletivo.
A exigência de apresentação de estudos ambientais é importante, pois destina-se verificar  a viabilidade ambiental do negócio a ser instalado ou operado pelo empreendedor, servindo para preven…