Pular para o conteúdo principal

Incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz.

Cerca das 2h (Brasília) de hoje (25), ocorreu um incêndio na Praça de Máquinas, local onde ficam os geradores de energia, da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). Um militar ficou ferido e dois estão desaparecidos.

Os 30 pesquisadores, um alpinista que presta apoio às atividades de pesquisa, um representante do Ministério do Meio Ambiente  e os 12 funcionários do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, que estavam na Estação no momento do incidente, foram transferidos de helicópteros chilenos para a Base chilena Eduardo Frei, de onde partirão para a cidade de Punta Arenas, no Chile. Permanecem na Estação no combate ao incêndio, o Chefe e parte do Grupo-Base.
Notícia muito lamentável, anos de pesquisas e dedicação foram queimadas e vidas que se dedicaram a esse programa foram perdidas.

Um pouquinho do PROANTAR:


O PROANTAR - Programa Antártico Brasileiro, foi criado em janeiro de 1982, no entanto, somente em 1986, na Operação Antártica IV, iniciou-se a ocupação permantente da Estação durante os 365 dias do ano. Desde então o programa dedica-se no desenvolvimento de pesquisas científicas que contribuem para o  entendimento do funcionamento e da preservação da Terra.

Ao longo dos anos, a Estação vem passando por continuadas obras de ampliação e manutenção, visando melhor atender à crescente demanda da pesquisa. Até a tragédia dessa madrugada, a Estação era constituída por um complexo, com cerca de 2.600 m² de área construída, que compreende laboratórios bem aparelhados, oficinas, garagens para embarcações e viaturas, lancha oceanográfica, heliponto, praça de máquinas com modernos geradores, cozinha industrial, padaria, biblioteca, auditório multimídia, lavanderia, academia, enfermaria bem equipada, áreas de convívio e acomodações confortáveis com facilidades, como acesso à internet e telefonia fixa e móvel. 
Abraços e os meus sentimentos a todos que se dedicaram à Estação Antártica Comandante Ferraz!


Fontes:

* Nota à Imprensa – Incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz.

* PROANTAR - Programa Antártico Brasileiro



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

Tratamento de Esgoto - Parte II

Tratamento Preliminar

O tratamento preliminar objetiva principalmente à remoção de sólidos grosseiros e areia, através de mecanismos físicos. Essa etapa do tratamento é composto basicamente por grades, desarenador (caixa de areia) e um medidor de vazão (ex: calha Parshall) (ver figura abaixo).

Adaptado de Von Sperling, 2005.
GradesAs grades são responsáveis pela remoção dos sólidos grosseiros. No gradeamento, o material de dimensões maiores do que o espaçamento entre as barras é retido. A remoção desse material retido pode ser manual ou mecanizada, que irá depender do tipo de grades utilizada em cada ETE.

Finalidades da remoção de sólidos grosseiros: Proteger as unidades de tratamento subsequentes; Proteger as bombas e tubulações (dispositivos de transporte do esgoto); Proteger os corpos receptores.
Desarenadores (caixa de areia)
Os desarenadores são responsáveis pela remoção da areia contida nos esgotos. Através do mecanismo de sedimentação, os grãos de areia, por terem maiores dime…

Importância do EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental no licenciamento de empreendimentos

A legislação brasileira e estrangeira estipula aos empreendedores a apresentação de estudos de impacto ambiental para o licenciamento ambiental de atividades econômicas. A definição de quais estudos ambientais serão utilizados vai depender do grau de impacto ambiental envolvido e da análise dos órgãos ambientais competentes.
No caso do licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: ferrovias; portos; terminais de minério, petróleo e produtos químicos; oleodutos, entre outras atividades (especificadas na resolução Conama 001/86), é necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental (EIA) e respectivo relatório de impacto ambiental (RIMA), a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente (SEMA) em caráter supletivo.
A exigência de apresentação de estudos ambientais é importante, pois destina-se verificar  a viabilidade ambiental do negócio a ser instalado ou operado pelo empreendedor, servindo para preven…