Pular para o conteúdo principal

Possíveis impactos ambientais decorrente do uso da água do mar para resfriamento.

A utilização da água do mar na refrigeração de residências, comércios e indústrias é considerado um processo de baixo custo e mais ecológico, no entanto, ela também provoca algumas alterações ao meio ambiente.

Um dos danos ambientais estaria relacionado com a sucção da água do mar, quando a mesma é sugada do ambiente marinho, suga-se também animais e algas, que morrem ao passar pelos canos devido ao estresse físico.

Além disso, durante o processo de refrigeração, a água ganha calor e é descartada novamente ao mar com temperaturas mais elevadas, o que pode afetar os seres vivos marinhos. Algumas empresas também utilizam produtos químicos na entrada da tubulação para evitar que os organismos extraídos cresçam dentro do sistema e afete o fluxo de água. Assim, ela retorna para o mar mais quente e também com resíduos químicos.

No entanto, algumas empresas alegam que a variação de temperatura provocada em seus sistemas de resfriamento não são tão significativos, outras como a Data Center do Google afirmam que a água é devolvida ao mar com uma temperatura muito próxima da original, o que não prejudicaria a fauna e flora local. 

A escassez de água torna o aproveitamento da água do mar necessário, no entanto, é importante estabelecer estratégias a fim de tornar esse sistema menos impactante para o meio ambiente, como medidas que evite a sucção de animais, a utilização de produtos químicos menos nocivos e constantes fiscalizações ambientais para controlar a temperatura de retorno da água do mar.

Fontes:

* Notícia: "Enorme data center do Google fica em fábrica de papel abandonada na Finlândia" - Site Gizmodo Brasil.

* Notícia: "Água do mar é usada na refrigeração de residências, comércio e indústria" - Site Globo.com.

* SALOMON,K.R. Dissertação de Mestrado:"Avaliação Quantitativa do Impacto Ambiental das Emissões Gasosas e do Uso da Água de Resfriamento em Instalações de Geração Termelétrica".

Comentários

  1. Essa notícia me ajudou muito... tive que fazer um trabalho e uma parte eu tirei daqui! *--*

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz em ter ajudado de alguma forma. O blog está as ordens!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O que é necessário para um projeto ser aprovado na prefeitura?

No Brasil, praticamente todas as prefeituras exigem os mesmos documentos, dados e informações na aprovação de um projeto. Em geral, para que um projeto seja aprovado em uma prefeitura ele deve conter informações suficientes para que a obra seja construída. No mínimo o projeto deve ter: planta baixa, planta de locação, planta de cobertura, planta de situação, 02 cortes, 02 elevações e, em casos de obras mais complexas podem ser necessários mais detalhamentos. Planta Baixa Planta baixa é a projeção de um corte horizontal imaginário à uma altura que normalmente é de 1,50 m do piso de uma construção futura. Essa altura é utilizada por ser ideal para captar os vãos das aberturas, como portas, janelas, basculas, para serem vistos e representados em planta. A planta nos permite visualizar e entender como ficará a construção: locais das paredes, vãos, cômodos, etc. Haverá uma planta baixa para cada um dos pavimentos da edificação. Fonte: Cadklein. A representação gráfica fi

Importância do EIA/RIMA - Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental no licenciamento de empreendimentos

A legislação brasileira e estrangeira estipula aos empreendedores a apresentação de estudos de impacto ambiental para o licenciamento ambiental de atividades econômicas. A definição de quais estudos ambientais serão utilizados vai depender do grau de impacto ambiental envolvido e da análise dos órgãos ambientais competentes. No caso do licenciamento de atividades modificadoras do meio ambiente, tais como: ferrovias; portos; terminais de minério, petróleo e produtos químicos; oleodutos, entre outras atividades (especificadas na resolução Conama 001/86), é necessário a elaboração de estudo de impacto ambiental (EIA) e respectivo relatório de impacto ambiental (RIMA), a serem submetidos à aprovação do órgão estadual competente, e da Secretaria Especial do Meio Ambiente (SEMA) em caráter supletivo. A exigência de apresentação de estudos ambientais é importante, pois destina-se verificar  a viabilidade ambiental do negócio a ser instalado ou operado pelo empreendedor, servindo pa

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011. OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom . Fontes:   * Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!   * Site do Planalto. Acesse Aqui!