Pular para o conteúdo principal

Poluição Ambiental - Parte I

As atividades humanas em conjunto com o crescimento desordenado das cidades trouxe impactos ao ambiente que visivelmente é observado por quem mora nas cidades: lixo jogado nas ruas, fumaça expelida pelos automóveis e indústrias, praias impróprias para banho, raramente pode-se desfrutar de uma bonita vista, ao contrários nos deparamos com prédios cada vez mais altos. Essas alterações drásticas ao ambiente provocadas pelo homem são denominados de poluição.

De acordo com o Artigo 3º - Inciso III da Lei Nº 6.938 que dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, tem-se a seguinte definição para poluição:

III - poluição, a degradação da qualidade ambiental resultante de atividades que direta ou indiretamente:
       a) prejudiquem a saúde, a segurança e o bem-estar da população;
       b) criem condições adversas às atividades sociais e econômicas;
       c) afetem desfavoravelmente a biota;
       d) afetem as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente;
       e) lançem matérias ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos;

A poluição ambiental pode ser classificadas nos principais tipos:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

Tratamento de Esgoto - Parte II

Tratamento Preliminar

O tratamento preliminar objetiva principalmente à remoção de sólidos grosseiros e areia, através de mecanismos físicos. Essa etapa do tratamento é composto basicamente por grades, desarenador (caixa de areia) e um medidor de vazão (ex: calha Parshall) (ver figura abaixo).

Adaptado de Von Sperling, 2005.
GradesAs grades são responsáveis pela remoção dos sólidos grosseiros. No gradeamento, o material de dimensões maiores do que o espaçamento entre as barras é retido. A remoção desse material retido pode ser manual ou mecanizada, que irá depender do tipo de grades utilizada em cada ETE.

Finalidades da remoção de sólidos grosseiros: Proteger as unidades de tratamento subsequentes; Proteger as bombas e tubulações (dispositivos de transporte do esgoto); Proteger os corpos receptores.
Desarenadores (caixa de areia)
Os desarenadores são responsáveis pela remoção da areia contida nos esgotos. Através do mecanismo de sedimentação, os grãos de areia, por terem maiores dime…

Sustentabilidade na Construção Civil - Parte 3: Redução, Reutilização e Reciclagem de Resíduos Sólidos

A indústria de construção civil é uma das que mais utiliza recursos naturais e também uma das maiores geradoras de resíduos, tais como: tijolos,  blocos  cerâmicos,  concreto  em  geral,  solo,  rocha,  madeira,  forro, argamassa, gesso, telha, pavimento asfáltico, vidros, plásticos, tubulações, fiação elétrica, etc.,
O destino desses resíduos muitas vezes são inadequados, contribuindo para os impactos ambientais, tais como: assoreamento de rios e corrégos, obstrução dos sistemas de drenagem, proliferação de agentes transmissores de doenças, etc.
Assim,  é necessário encontrar formas de reduzir, reutilizar e reciclar  (3 Rs) esses entulhos.
Redução
A redução de resíduos consiste em encontrar maneiras de utilizar ao máximo a matéria prima, evitando desperdícios. Para isso é necessário uma boa elaboração do projeto, especificando o material mais indicado, método construtivo mais adequado, visando sempre a menor produção de resíduos e o aumento da vida útil do edifício.
A co…