Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2011

‘NOTÍCIAS: Software combate desperdício de água.’

Está sendo testado no Reino Unido, pela empresa israelense TaKaDu, um software para monitoramento de vazamentos de água. Segundo o fundador da empresa, Amiir Peleg, a maior dificuldade é analisar com rapidez os dados de vazamentos. Em entrevista ao The Economist, ele afirmou que, pelo menos nos países mais ricos, as redes de distribuição têm milhares de sensores instalados, mas não sabem o que fazer com tanta informação.
O programa da TaKaDu faz exatamente isso. Através de testes estatísticos, ele detecta anomalias e desvios, inclusive pequenos vazamentos ignorados pela maioria dos sistemas de monitoramento atuais.
Ele foi instalado ao longo de 3 mil km de tubulações em Londres e conseguiu ser, em média, 9 dias mais rápido para detectar pequenos vazamentos e cerca de 3 horas e meia em grandes perdas. Com o sucesso, seu uso será expandido para os 10.400km da tubulação do sistema do Tamisa.
Para conferir a notícia na íntegra no INFO Online: Acesse Aqui!

*   *   *   *   *
Segund…

‘NOTÍCIAS: Chaveiro de tartaruga viva é moda na China.’

Estão fazendo sucesso na China os chaveiros com tartarugas ou peixinhos vivos. Os modelos são vendidos na  porta dos metrôs e estações de trem. Os saquinhos do chaveiros possuem somente 7 cm de comprimento.
Segundo os vendedores os chaveirinhos dão sorte e os animais podem sobreviver meses na água colorida, que é rica em nutrientes.
Grupos de proteção ao animal estão defendendo a proibição imediata, chamando o item um exemplo de "abuso de animais puros". No entanto, não há nenhuma lei de proteção animal na China que impeçam suas vendas, explicam os grupos de direitos dos animais.
Para conferir a notícia na íntegra no Global Times: Acesse Aqui!

*   *   *   *   *
O mais deprimente é o fato desses cruéis chaveiros não serem ilegais. Como acreditar que países como a China, que nem ao menos possuem leis internas dignas de proteção ao animal, possa querer pensar globalmente e, por exemplo, fazer esforços para cumprir metas para redução de gases do efeito estufa.

‘GRANDES IDÉIAS: Carro quadriflex.’

O “carro quadriflex” possuí quatro fontes de energia: eólica, solar, gasolina e etanol. Desenvolvido a partir de um Fiat Uno que já possuí um motor bicombustível comum (gasolina e etanol) o projeto conta ainda com sistemas auxiliares de captação de energia solar e eólica.
O sistema solar é composto  um painel fotovoltaico instalado no teto, que capta energia sempre que exposto a luz solar e a energia eólica é produzida através de turbinas instaladas na dianteira do veículo, que funcionam quando o automóvel atinge 40 km/h.
A energia das fontes alternativas alimenta sistemas periféricos como ar-condicionado, rádio, recarga de baterias entre outros. Como o motor fica livre dessa função (sem correia de alternador para recarga da bateria) economiza combustível.
O “carro quadriflex” foi apresentado na EcoEnergy, Feira Internacional de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia e Eficiência Energética em São Paulo, , que realizou sua primeira edição entre os dias 1…

‘NOTÍCIAS: Transporte público e mobilidade são desafios para Dia Mundial sem Carro.’

Segundo dados de agosto do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), a frota total  de veículos (motocicletas, caminhões, ônibus, utilitários, tratores e outros veículos) que circulam no país já supera 68,5 milhões de unidades. Desse total, 38,9 milhões corresponde aos automóveis de passeio.

Passar um dia sem carro nas cidades brasileiras implica enfrentar pelo menos dois desafios: o transporte público, que não está preparado para atender à demanda com qualidade, e o planejamento nas cidades, que não privilegia a locomoção a pé ou de bicicleta.

A dependência do automóvel fica evidente nas estatísticas da frota do país, que mostram o aumento do transporte individual. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nos últimos 15 anos, a frota de automóveis cresceu 7% ao ano e a de motocicletas, 15%.

Para conferir a notícia na íntegra no Folha.Com: Clique Aqui!
*   *   *   *   *
Eventos como o Dia Mundial Sem Carro só gerará efeito se contar com o apoio do …

‘NOTÍCIAS: Usina eólica brasileira não atrapalhará aves.’

Na  21ª posição no ranking mundial de energia eólica, o Brasil toma cuidados para evitar um dos mais sensíveis impactos ambientais produzidos pelas hélices gigantes dos aerogeradores: a morte de pássaros.
A instalação desses equipamentos no país exige estudo de avifauna e, mesmo com o vento favorável, as hélices não são colocadas em rotas migratórias de aves. De acordo com o vice-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Energia Renovável (ABEER), engenheiro José Tadeu Matheus, as pás das centrais eólicas do país têm grandes dimensões, mas o giro é lento e elas são percebidas pelos animais voadores. Os pássaros batem naquilo que não conseguem ver.  Além disso, as empresas brasileiras adotam torres de sustentação compactas de aço ou concreto, sem pontos de apoio para a construção de ninhos.
Para conferir a notícia na íntegra no Abril.Com:Clique Aqui!

*   *   *   *   *
Alguns países já estão sofrendo as consequências do aquecimento global por isso é urgente os inve…

'NOTÍCIA: Óleo de coco e luz solar vão gerar energia para ilha do Pacífico.'

A pequena e praticamente desconhecida ilha do Pacífico Sul, Toquelau, localizada no território da Polinésia, será abastecida com eletricidade gerada por 93% de luz solar e o restante com óleo de coco.

Segundo o governo local o plano deve ser colocado em prática até meados de 2012 e prevê o uso combinado de baterias que vão armazenar energia para ser usada à noite. A proposta é que somente veículos motorizados e alguns equipamentos de cozinha utilizem combustível fóssil. A queima de combustível fóssil colabora com o aquecimento global e o aumento do nível do oceano, tornando Toquelau vulnerável.

Para conferir a notícia na íntegra no Jornal Folha de São Paulo: Acesse Aqui!

*   *   *   *   *

Toquelau faz parte das ilhas que tendem a desaparecer caso não sejam tomadas medidas para conter o aquecimento global, portanto, já é de se esperar a corrida pela busca da redução de gases do efeito estufa (GEE). 

No entanto, vale lembrar que essas medidas sozinhas infelizmente não salvará a …

‘POLÍTICA AMBIENTAL: Linha do tempo - Evolução da legislação ambiental brasileira.’

Um breve resumo da legislação ambiental no Brasil de 1906 a 2011.

OBS: Por favor, para uma melhor visualização, abrir a imagem em uma nova aba e dar zoom.





Fontes:
* Site do Ministério do Meio Ambiente. Acesse Aqui!
* Site do Planalto. Acesse Aqui!

'NOTÍCIAS: Geleiras da América Latina correm o risco de desaparecer.’

As grandes geleiras da Argentina e da Patagônia chilena,  uma das mais belas atrações turística, estão derretendo em um ritmo alarmante. Segundo um relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), as geleiras que mais perderam massa por causa dos efeitos do aquecimento global foram as da patagônia que cobrem parte da Argentina e do Chile. O relatório ainda afirma que  estas geleiras estão derretendo mais rápido do que as da Europa.

Para conferir a notícia na íntegra no Jornal Folha.com:  Acesse Aqui!

*   *   *   *   * Milhares pessoas em várias partes do mundo já estão sentindo, direta ou indiretamente, os efeitos do derretimento das geleiras. No caso de países como Argentina e Chile a primeira impressão é que o turismo que será o mais afetado, uma vez que as geleiras atraem milhares de visitantes anualmente para esquiar ou simplesmente para contemplar uma das mais belas paisagens naturais, o que é de fato algo preocupante para o andamento da economia dess…

'Grandes Idéias: Reúso de Água Cinza em Edificações Urbanas.'

Atualmente, o setor de construção civil tem manifestado um significativo interesse no desenvolvimento de edifícios que adotam medidas de sustentabilidade, os chamados “edifícios verdes”, reconhecidos pelo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design - Liderança em Energia e Design Ambiental), certificação para edifícios sustentáveis aceita internacionalmente. Estas edificações destacam-se pelo o uso racional da água e a conservação da energia.  Dentre o uso racional de água, o  reúso de água vem ganhando destaque nessa nova geração de construções.

O sistema de reúso consiste na coleta e tratamento do efluente doméstico provenientes dos lavatórios, chuveiros, banheiras, máquinas de lavar roupa, cozinha e tanque, sem contribuição dos vasos sanitário, para posterior utilização em descargas sanitárias, lavagem de carros, garagem, pátios e irrigação de jardins. Alguns sistemas não utilizam efluentes de pia de cozinha pois a gordura dificulta o tratamento e seu respecti…